FUTSAL NO FEMININO - NOVASEMENTE GD SERIEDADE PAIXÃO AMBIÇÃO E SUCESSO DESPORTIVO


A Novasemente Grupo Desportivo é uma instituição desportiva ecléctica sediada na Vila de Anta, concelho de Espinho.
Fundada por um grupo de amigos a 25 de Fevereiro de 1978, comemorou esta quinta feira o seu 38º aniversário. Seis modalidades dinamizam e representam o clube. Badminton, esgrima, halterofilismo, ginástica de manutenção, futebol de onze no Campeonato de Futebol Popular de Espinho e o futsal no escalão feminino, campeão nacional em 2014/15 e, no inicio de 2015/16 vencedor da Supertaça de Portugal.
Norberto Moreira 36 anos, lidera a semente desportiva portuguesa à 7, dá autonomia a todas as secções para realizarem a sua gestão e procurarem auto suficiência. Nenhum subsídio ou apoio angariado por outros elementos dos corpos directivos é direccionado para o futsal. É caso para dizer, "O seu a seu dono". 
Sem ordenados ou qualquer tipo de gratificações monetárias, a equipa sénior feminina está na luta pela revalidação do título nacional. Um plantel jovem com jogadoras de grande qualidade, que conta com a experiência das internacionais portuguesas Andreia Silva "Suka" capitã de equipa e, Daniela Ferreira "Pisko" eleita mais uma vez pelo site futsal planet para a distinção de melhor futsalista do mundo.
Como as coisas não estão fáceis a nível financeiro, a aposta passa pela formação, como nos confidenciou o treinador Mário Rui Sá 46 anos, estreante na orientação técnica no futsal jogado no feminino.
A criação da equipa B, permite que as atletas ganhem experiência na competitiva 1ª Divisão distrital da AF Aveiro, onde são quartas classificadas 36 pontos e os jogos são cronometrados como acontece na 1ª Divisão Nacional.
Na fase de apuramento de campeão, a Novasemente ocupa a sétima posição com três pontos, a quatro do líder Sporting CP e, este fim de semana, o foco chama-se Golpilheira. 
Em semana de festa e de encontro importante, a Voz Desportiva falou com as vozes de uma semente germinada para o sucesso no panorama desportivo nacional.






Vozes da Novasemente


Presidente

Norberto Moreira

"Estou à sete anos no clube e enquanto gestor é complicado gerir verbas quando queremos mais e melhor para o nosso clube".

"Não recebemos qualquer apoio financeiro dos organismos autárquicos, logo a distribuição de fundos é simples, cada secção tem autonomia para angariar os seus apoios e gerir o seu dinheiro".

"O título de campeão nacional de futsal feminino deu outra visibilidade à Novasemente, é sem dúvida mais fácil ser campeão nacional num desporto colectivo do que numa modalidade a nível individual".

"Procuramos criar as melhores condições para que as atletas se sintam bem no clube, não pagamos ordenados nem subsídios. Somos muito claros quando contactamos as atletas e, lhes mostramos a nossa realidade".

"Sonhei à sete anos com a criação deste projecto, ao longo do tempo fomos conquistando coisas importantes para o clube e, a curto prazo queremos ser uma referência na formação".

"Das entidades camarárias recebemos o apoio logístico necessário para organizarmos os jogos e as deslocações à casa dos nossos adversários".

"No prazo de três anos queremos colocar todos os escalões a funcionar".


Voz do Mister

Mário Rui Sá

"É a minha primeira época como treinador no escalão feminino de futsal. É um desafio de grande responsabilidade liderar as campeãs nacionais de um clube com 38 anos de história cuja a sua génese é o futebol de salão".

"O futsal feminino está em crescimento, o campeonato nacional em solidificação e, é de facto fantástico perceber que tanto existem favoritos como outsiders que acabam por se revelar boas surpresas ao longo da temporada".

"Temos jogadoras de grande valia neste grupo, é positivo perceber que evoluem em conjunto, Essa situação facilita a tarefa de quem lidera".

"A base de escolha de atletas é diminuta e, tem de abranger a área geográfica onde estamos sediados para formarmos o nosso plantel".

"Queremos vencer todas as provas que estamos a disputar para juntar mais títulos à supertaça conquistada no início da época". 


Voz da Capitã

Andreia Silva "Suka"

"Os capitães devem ser exemplos a seguir para os restantes atletas do plantel, estão sempre sobe observação e avaliação de quem os rodeia. É uma função de grande responsabilidade".

"Temos um título para defender, essa é a nossa pressão e vamos dar tudo por tudo para o revalidar".

"Entramos na história do clube e da modalidade em Portugal, agora temos uma nova batalha para vencer".

"O Novasemente é um clube dirigido por pessoas honestas que procuram que nada nos falte para nos sentirmos bem. A melhor forma de agradecimento por tudo o que estas pessoas fazem por nós é trabalhar para conquistar títulos e, elevar bem alto o nome do clube, da Vila de Anta e do concelho de Espinho".

"Não começamos muito bem a fase de apuramento de campeão. Vamos procurar recuperar os pontos perdidos para concretizarmos o nosso principal objectivo, revalidar o título de campeão nacional. É este o nosso foco".


Daniela Ferreira "Pisko"

"Durante seis anos representei um dos candidatos ao título nacional e, quando o presidente Norberto Moreira falou comigo, não tive dificuldade em dizer que sim, pois as ambições da Novasemente são as minhas, conquistar títulos".

"Adaptei-me fácil e rapidamente à Novasemente. Sabia que vinha representar um outsider, mas a missão e o dever foram cumpridos, a conquista do título nacional".

"O futsal em Portugal é na maior parte dos casos amador. No feminino 100% amador e, eu enquanto atleta tento ser o mais profissional possível dentro desse amadorismo. Tenho sempre a mesma paixão, ambição, dedicação e vontade de vencer".

"A responsabilidade de fazer parte do lote das melhores futsalistas mundiais é tudo uma questão de impacto e de imagem, principalmente para as atletas mais jovens que estão a dar os primeiros passos na modalidade e nos tem como referência".







Rui Cardoso 




     





Todo o conteúdo deste blogue é protegido por Direitos de Autor e Direitos Conexos, e Direitos da Propriedade Industrial, ao abrigo das leis Portuguesas e da União Europeia, convenções internacionais e outras leis, não podendo ser utilizado fora das condições admitidas neste blogue e sem consentimento da Rádio Voz Desportiva.