PRIMEIRA LIGA - CARIMBO DE ANDRÉ SILVA NO PRIMEIRO TRIUNFO EM CASA


A bem composta casa do dragão cumpriu 1 minuto de silêncio em memória de João Havelange, sócio honorário do FC Porto e ex. presidente da FIFA, considerado o revolucionário dos mundiais de futebol, que faleceu no dia 16 de Agosto no Brasil aos 100 anos.
90` de jogo imaculados ao nível disciplinar, situação inédita nos campeonatos do futebol profissional em Portugal. Bem organizados no terreno, os estorilistas conseguiram adiar o golo portista durante 84´e, a espaços, criaram perigo através de boas jogadas colectivas.
José Moreira foi o jogador que mais brilhou durante o primeiro tempo, negou a festa a Octávio, Herrera, Marcano, Corona e André Silva. Teve a sorte do seu lado, quando o seu colega de equipa Dankler acertou na trave ao tentar ceder pontapé de canto.
45` iniciais com poucas paragens e, muita impaciência dos adeptos do FC Porto que esperavam ansiosos pelo golo dos dragões.
Fabiano Soares manteve a estratégia para os segundos 45`, os azuis e brancos continuaram a criar muitas chances para marcar, mas o desacerto na finalização era evidente e, os nervos continuavam a tomar conta da família portista. Moreira travava as investidas portuenses e, o Estoril pela certa voltou a por Casillas em sentido. Primeiro numa boa jogada de Mattheus que Allison acertou perto da baliza do espanhol e, depois por Kléber, lançado na partida aos 62`que Casillas recolheu com segurança.
Filipe incomodou Moreira na sequência de um pontapé de canto, Sérgio Oliveira chegou atrasado a um cruzamento de Layun e, quando o relógio marcava o minuto 84`, o mexicano cruzou para André Silva desviar de cabeça e levar ao Dragão ao delírio.
Aos 88`André Silva teve tudo para apontar o segundo do FC Porto, a bola saiu sem direcção.
Vitória do FC Porto antes da deslocação a Roma, para a 2ª mão da pré eliminatória do play-off da Liga dos Campeões.

Destaques do Jogo

André Silva

Teve três oportunidades claras para marcar. É um ponta de lança móvel, que consegue integrar muito bem o jogo colectivo da equipa e, aparecer na área para finalizar. Foi assim aos 84`, quando se antecipou ao defensor do Estoril para colocar a massa adepta do dragão ao rubro.

Corona

Entre linhas ou sobre os flancos, Corona foi o jogador do FC Porto que mais desequilibrou, tanto a nível individual, como a servir os colegas na zona de finalização.

Layún 

No primeiro jogo a titular em 2016/17 foi decisivo, com um cruzamento categórico para o golo de André Silva. Imagem de marca do lateral mexicano, que é dos melhores jogadores a actuar na liga portuguesa.

Filipe

É o patrão que o FC Porto precisava para a sua linha defensiva e, na noite deste sábado foi dos mais aplaudidos pelos portistas, pela forma como disputada cada lance e, pela sua capacidade de liderança.

José Moreira

Um conjunto de excelentes intervenções impediram o Estoril de sair com outro resultado do Estádio do Dragão, principalmente na primeira parte.

Esiti

À frente da sua defensiva não facilitou. Foi o pulmão do conjunto da linha, recuperou muito jogo e, não se inibiu de tentar furar o meio campo adversário, situação que aconteceu em muitas ocasiões. Boa leitura de jogo. Não é só um jogador forte fisicamente, também sabe jogar.

Mattheus

O jogo da sua equipa passa pela qualidade do seu pé esquerdo. Torna as coisas fáceis, tem vindo a crescer no futebol português, onde é um dos grandes destaques. Com facilidade coloca os avançados da sua equipa na zona de finalização e, quando tem oportunidade tenta surpreender na meia distância.

Allison

É um avançado muito inteligente na movimentação, permite aos colegas que vem de trás aparecer no cara a cara com o guarda redes e, não tem medo de assumir a bola e partir para duelos individuais. Obrigou Casillas a aplicar-se.

Em ano de estreia na Primeira Liga

Joel

24 anos e, muitos jogos nas pernas desde que subiu ao escalão sénior no Gondomar SC. 121 jogos em 4 épocas, onde concluiu o período de formação, depois de 10 anos no futebol juvenil portista.
Em Mafra na última temporada alinhou em 37 jogos no campeonato da Segunda Liga e, em 2016/17, a estreia no futebol de primeira foi frente ao Feirense na posição de defesa central.
Regressou ontem no Estádio do Dragão à posição de origem, lateral esquerdo e, tranquilo, objectivo e disciplinado tacticamente, cumpriu muito bem a sua função.

Imprensa

Nuno Espírito Santo - Treinador do FC Porto

"A equipa produziu muito para merecer chegar ao golo, mantivemos o foco e conseguimos vencer com justiça".

"É importante sermos fortes nos jogos em casa".

"O nosso foco é o campeonato".

Corona - Jogador do FC Porto

"Foi um jogo difícil, o Estoril esteve sempre bem organizado, mas conseguimos vencer".

Fabiano Soares - Treinador do GD Estoril-Praia

"O nosso plantel está condicionado por algumas lesões".

"Colocamos os jogadores mais competitivos, que cumpriram muito bem o que lhes foi pedido".

"A minha maior preocupação é recuperar os meus jogadores".

Diogo Amado - Jogador do GD Estoril Praia

"Demonstramos a nossa qualidade. Fizemos um bom trabalho".

"Vamos conseguir somar pontos".

Ficha de Jogo

Sábado, 20 de Agosto de 2016

Estádio do Dragão, Cidade do Porto

Campeonato da Primeira Liga 2016/17

Equipa de Arbitragem

Árbitro Luís Ferreira AF Braga
Assistente 1 Nuno Manso
Assistente 2 Luís Cabral
4º Árbitro André Neto

FC Porto 1-0 GD Estoril-Praia

Golos

André Silva 84`

Constituição das Equipas

FC Porto

12 Casillas
2 Maxi
5 Marcano
28 Filipe
21 Layún
6 Rúben Neves
16 Herrera (C)
25 Octávio
17 Corona
7 Varela
10 André Silva

Suplentes

12 José Sá
3 Sérgio Oliveira - entrou aos 69`a substituir Octávio
11 Adrian López - entrou ao intervalo a substituir Varela
18 João Carlos Teixeira
20 André André - entrou aos 69`a substituir Herrera
22 Danilo
31 Reyes

Treinador

Nuno Espírito Santo

GD Estoril-Praia

31 Moreira
5 Joel
6 Taira
11 Filipe Augusto
13 Esit
18 Alisson
21 Thiago Cardoso
23 Lucas Farias
25 Diogo Amado (C)
27 Mattheus
33 Dankler

Suplentes

1 Theirry
8 Eduardo - entrou aos 73`a substituir Mattheus
10 Kléber - entrou aos 63`a substituir Alisson
14 Gustavo
19 Yarchuk - entrou aos 57`a substituir Taira
20 Matheus Índio
71 Bazelyuk

Treinador

Fabiano Soares


Rui Cardoso
Todo o conteúdo deste blogue é protegido por Direitos de Autor e Direitos Conexos, e Direitos da Propriedade Industrial, ao abrigo das leis Portuguesas e da União Europeia, convenções internacionais e outras leis, não podendo ser utilizado fora das condições admitidas neste blogue e sem consentimento da Rádio Voz Desportiva.