AF PORTO ELITE - FALTAS DE COMPARÊNCIA NÃO DESPROMOVEM


Faltam quatro jornadas para terminar a primeira fase da Divisão de Elite da AF Porto 2016/17, torneio envolto em polémicas que levou Pedro Macieirinha, representante dos 12 clubes que se recusaram a defrontar o Canelas 2010, líder isolado da série 1, a entregar a decisão do caso nas instâncias futebolísticas internacionais, Uefa e FiFa, visto que tanto a AF Porto e a FPF não tem mecanismos legais para dar resposta ao processo.
Os três primeiros classificados de cada série vão discutir o acesso ao Campeonato de Portugal, numa liguilha em que só o vencedor tem acesso ao futebol nacional. Segundo os regulamentos da AF Porto, só são permitidas três faltas de comparência alternadas, ou duas consecutivas na fase de promoção, que a acontecerem não dão origem a desclassificação e a descida de divisão.
O Rebordosa Atlético Clube já assumiu a não comparência nos encontros com os gaienses, assim como o segundo e terceiro da série 1.


Rui Cardoso
Todo o conteúdo deste blogue é protegido por Direitos de Autor e Direitos Conexos, e Direitos da Propriedade Industrial, ao abrigo das leis Portuguesas e da União Europeia, convenções internacionais e outras leis, não podendo ser utilizado fora das condições admitidas neste blogue e sem consentimento da Rádio Voz Desportiva.

0 comentários: